Fuga em PENICHE. 47 anos depois

Fuga em PENICHE. 47 anos depois
[+] Fotos

O dia 3 de Janeiro de 1960 é recordado em Portugal pela mais espectacular fuga de presos políticos da prisão de Peniche.

Passados 47 anos, a data desta fuga irá ser relembrada por diversas actividades. As comemorações de tal facto iniciar-se-ão às 17:00 com uma largada de pombos, representando a liberdade. Pelas 17:30, na Fortaleza de Peniche, será possível observar o descer dos lençóis, como forma representativa da realidade vivida então, pelos presos políticos.

Mas as actividades não ficam por aqui. Percorrendo os caminhos de uma construção da memória, será inaugurada, pelas 18:30, uma exposição fotográfica intitulada “Vozes do silêncio – Prisões Políticas Portuguesas” de Pedro Medeiros. Fotógrafo freelancer, desenvolve a sua actividade desde 1993, tendo em 2006 editado uma monografia com o título da mostra fotográfica que irá estar patente de 3 de Janeiro a 31 de Março de 2007.

Mais tarde, pelas 21:30, no Auditório Municipal do Edifício Cultural da Câmara Municipal de Peniche, será projectado um filme que retrata a fuga de Dias Lourenço em 1954, as condições de vida dos presos e também as motivações que levavam as pessoas a oporem-se ao regime imposto na época. O filme intitulado “A Fuga” foi a primeira longa-metragem de Luis Filipe Rocha, rodada em 1977.


CONTACTOS

Largo do Município
      2520-239 Peniche

(+351) 262 780 100

(+351) 262 780 111

 cmpeniche@cm-peniche.pt


 





Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.