Apresentação oficial do LIFE Berlengas

Apresentação oficial do LIFE Berlengas
Fotos: Ilha da Berlenga; LIFE+ Berlengas na encosta da ilha - Joana Andrade e Pedro Geraldes [+] Fotos

O mais recente projeto para a conservação dos valores naturais do arquipélago das Berlengas vai ser apresentado em Peniche.

O LIFE Berlengas vai ser apresentado no próximo dia 7 de fevereiro, às 16h, num evento informal, aberto a todos, no Edifício Cultural em Peniche. O evento, que contará com a abertura por parte do Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Peniche, pretende dar a conhecer à população local e todos os interessados as ações que estão a ser implementadas nas Berlengas com o objetivo de recuperar e conservar os seus valores naturais.

Com arranque a 1 de junho de 2014 e duração de quatro anos e meio, o LIFE Berlengas pretende monitorizar a fauna e a flora do arquipélago das Berlengas, controlar espécies exóticas invasoras e implementar uma estratégia de gestão sustentável dos valores naturais do arquipélago.

Já com uma larga experiência em trabalhos de monitorização e conservação em colónias de aves marinhas, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) decidiu avançar com este projeto em conjunto com vários parceiros estratégicos - o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, a Câmara Municipal de Peniche, a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar como observador externo – contando com um investimento total orçamentado em cerca de 1,4 milhões de euros com o apoio do Programa LIFE+ da União Europeia.

De acordo com Joana Andrade, coordenadora do projeto, «havia a necessidade de intervir nas Berlengas, pois é uma reserva que não se encontra em bom estado ambiental, havendo várias ameaças à biodiversidade do arquipélago, entre as quais a presença e proliferação de espécies invasoras. Estas ameaças têm impacto na flora endémica e na fauna nativa e a perda de biodiversidade tem de ser travada o quanto antes».

Atualmente uma das prioridades tem sido a remoção de chorão na ilha da Berlenga, tarefa que irá se prolongar ao longo dos próximos anos. Esta ação irá contribuir para que a flora nativa da ilha possa recuperar gradualmente. Neste âmbito, a equipa do projeto aproveitou a ação de remoção de chorão e escreveu numa das encostas da ilha “LIFE+ Berlengas”, com o intuito de suscitar a curiosidade acerca do projeto a todos aqueles que a visitam.

Paralelamente estão a decorrer várias ações de monitorização de fauna e flora, que pretendem proceder ao controlo de outras espécies invasoras, como os ratos e os coelhos. Estas medidas levarão por sua vez a uma melhoria das condições naturais do habitat para as espécies nativas. Joana Andrade diz ainda que «o objetivo é também restaurar o equilíbrio ecológico, além da implementação de um plano de gestão eficaz que compatibilize as diferentes atividades que se desenvolvem no seio daquela reserva natural».

O projeto prevê assim, a promoção de boas práticas nos setores do turismo e da pesca e a ainda instalação de um centro de receção de visitantes na ilha da Berlenga.

Notas para os editores:

PROGRAMA:

16h00 | Receção dos convidados

16h15 | Boas-vindas

             António José Correia/Presidente da Câmara Municipal de Peniche

             Luís Costa/Diretor Executivo da SPEA

16h30 | Apresentação do LIFE+ Berlengas – Joana Andrade/SPEA

17h00 | Visitação das Berlengas - Análise preliminar de dados e tendências – Carlos Pereira da Silva/FCSH

17h15 | Questões e encerramento com Porto de honra

Morada: Edifício Cultural, Largo do Município, Peniche

LIFE+ Berlengas - Conservação das espécies e habitats ameaçados da ZPE das Berlengas através da sua gestão sustentável | O LIFE+ Berlengas é coordenado pela SPEA e conta com a parceria da Câmara Municipal de Peniche, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, tendo ainda a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria como observador externo. Este projeto, que teve início a 1 de junho de 2014, será implementado até 30 de setembro de 2018 e é cofinanciado pela Comissão Europeia ao abrigo do programa LIFE+.

Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves – A SPEA é uma Organização Não Governamental de Ambiente que trabalha para a conservação das aves e dos seus habitats em Portugal. A SPEA faz parte da BirdLife International, uma aliança de organizações de conservação da natureza em mais de 100 países, considerada uma das autoridades mundiais no estudo das aves, dos seus habitats e nos problemas que os afectam | www.spea.pt | www.facebook.com/spea.Birdlife | twitter.com/spea_birdlife


CONTACTOS

Largo do Município
      2520-239 Peniche

(+351) 262 780 100

(+351) 262 780 111

 cmpeniche@cm-peniche.pt


 





Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.