Peniche coloca na prática a Estratégia Nacional Para o Mar

Unidade de Tratamento de Materiais Arqueológicos Subaquáticos instalada no Museu Municipal de Peniche

Unidade de Tratamento de Materiais Arqueológicos Subaquáticos instalada no Museu Municipal de Peniche
[+] Fotos

O passado dia 13 de Novembro, inserido no Mês do Mar a ser dinamizado pelo Município de Peniche durante todo o mês de Novembro, marcou o início da actividade de uma unidade de tratamento de materiais arqueológicos subaquáticos no Museu Municipal.

Este equipamento pretende fazer o tratamento de dessalinização de materiais de carácter arqueológico recolhidos em meio aquático marinho, etapa essencial no processo de conservação preventiva deste espólio. Este investimento do Município de Peniche é, sem dúvida, um contributo efectivo para a implementação da Estratégia Nacional Para o Mar definida pelo actual Governo, no âmbito da acção estratégica Sensibilização e Mobilização da Sociedade Civil para a importância do Mar.
 
A instalação desta pequena unidade, pioneira numa escala municipal, permitirá que os materiais arqueológicos subaquáticos recolhidos nestas águas, no âmbito de projectos de investigação ou simples achados fortuitos, possam ser tratados localmente, facto que não sucedia até esta data, constituindo importante ponto de apoio aos projectos desenvolvidos pela tutela, autarquia e outras entidades neste domínio.
 
Neste sentido, encontram-se neste momento em fase de tratamento materiais cerâmicos recolhidos no âmbito do projecto de intervenção arqueológica no sítio dos Cortiçais, em curso deste 2004, intervenção desenvolvida pela Divisão de Arqueologia Náutica e Subaquática do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico, liderada pelo arqueólogo Jean-Yves Blot. Este projecto, que conta com o apoio técnico e logístico da Câmara Municipal de Peniche, permitiu a identificação de um contexto de naufrágio de época romana, datável de um período situado entre meados do séc. I a. C. e meados do séc. I d. C., que entre outros produtos transportaria vinho produzido na Bética (actual Andaluzia), envasado em ânforas de tipo Haltern 70, e peças de cerâmica de mesa de luxo - sigillata - produzida na península itálica, algo que parece reforçar o papel estratégico deste antigo território insular no seio da rota comercial atlântica existente à época romana.
 
A instalação deste equipamento, que contemplou um investimento inicial por parte da autarquia a rondar os 5.000 €, manifesta o interesse da Câmara Municipal de Peniche pelo estudo, conservação e valorização do importante património arqueológico náutico e subaquático existente nestas águas, contribuindo desta forma para o enriquecimento de uma herança cultural historicamente ligada ao mar.


CONTACTOS

Largo do Município
      2520-239 Peniche

(+351) 262 780 100

(+351) 262 780 111

 cmpeniche@cm-peniche.pt


 





Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.