Sítio arqueológico do Morraçal da Ajuda novamente em destaque em colóquio de arqueologia

Sítio arqueológico do Morraçal da Ajuda novamente em destaque em colóquio de arqueologia
Marca de oleiro recolhida no Morraçal da Ajuda – Lúcio Arvénio Rústico (autoria de Guilherme Cardoso)

No próximo dia 24 de novembro, no âmbito do Colóquio "Contextos Estratigráficos Romanos na Lusitania (da República à Antiguidade tardia)", dinamizado na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, pela Associação dos Arqueólogos Portugueses, terá lugar a apresentação de comunicação acerca do sítio arqueológico do Morraçal da Ajuda.

Esta comunicação, intitulada "A figlina do Morraçal da Ajuda – última fase", pretende dar a conhecer o trabalho de investigação desenvolvido pela equipa dirigida pelos arqueólogos Guilherme Cardoso, Severino Rodrigues, Eurico Sepúlveda e Inês Ribeiro, em torno deste importante sítio arqueológico da época romana, apresentando os dados mais recentes da mesma.

Identificada ocasionalmente, em 1998, a olaria romana do Morraçal da Ajuda revelou-se como uma das mais antigas da Lusitânia romana.

Fundada no tempo do imperador Augusto por um abastado romano, Lúcio Arvénio Rústico, produzia maioritariamente ânforas para o envasamento de conservas de pescado do mar de Peniche.

Em 2011, uma escavação preventiva na área nascente do sítio revelou uma bolsa de rejeitados, da última fase, daquela figlina (olaria), com produções anfóricas e de cerâmica comum, acumuladas sobre um edifício de taipa. O estudo deste conjunto permite a apresentação de tipologias e atribuir cronologia para a última fase da olaria.

Associando o presente ao passado, o Município de Peniche, em colaboração com a maior fábrica de conservas do concelho, promoveu a edição de latas de conserva de sardinha e cavala, sob a chancela “Peniche, Há 2000 anos a produzir conservas”, esta última apresentada ao público no mês passado, aquando da realização em Peniche do Rip Curl Pro Portugal 2012.

Este projeto de investigação, desenvolvido ininterruptamente desde 1998, tem permitido à comunidade de Peniche descobrir a antiguidade das suas raízes piscatórias, tendo sido nos últimos anos apresentado em inúmeros eventos científicos da especialidade, em Portugal e no estrangeiro, contribuindo para a divulgação do concelho.
 
 


CONTACTOS

Largo do Município
      2520-239 Peniche

(+351) 262 780 100

(+351) 262 780 111

 cmpeniche@cm-peniche.pt


 





Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.