ETNOGRAFIA - PESCA

HISTÓRIA E PATRIMÓNIO

O concelho de Peniche foi desde tempos remotos ocupado por populações que viram na pesca um importante recurso económico. Testemunhando esta diacronia, os pesos de rede em cerâmica, da época romana, produzidos na antiga olaria do Morraçal da Ajuda, ou os célebres ossos de baleia, depositados na Igreja de S. Leonardo, em Atouguia da Baleia (vestígios da pesca que tornou famosa esta vila medieval), atestam o longo historial da faina piscatória nestas águas.

Ribeira Velha - Anos 30 - Séc. XXFábrica de Conserva - Anos 20 - Séc. XX

Ribeira Velha - Anos 30 - Séc. XX  |  Fábrica de Conserva - Anos 20 - Séc. XX

Principal actividade económica do concelho, a Pesca foi alvo de um longo processo evolutivo, sofrendo especial transformação durante o primeiro quartel do séc. XX, período em que o advento da traineira e da actual pesca de cerco, substituiu uma ampla variedade de técnicas de captura de matriz tradicional, como as armações à valenciana, as sacadas, os cercos volantes, as caçadas de sardinheiras, ou as redes de lagosta, métodos então utilizados de acordo com as espécies a capturar, e a altura do ano em que se processava a faina. Todavia, na Ribeira Velha, antigo porto de abrigo da povoação, permanece ainda hoje a memória dos tradicionais caíques descarregando no areal, no meio da azáfama, cavala, chicharro e sardinha, capturas que depois de amanhadas eram transportadas em cavalgaduras e vendidas pelo almocreve de Peniche nas zonas interiores do concelho.

Com o dealbar do séc. XX assiste-se igualmente ao desenvolvimento de várias actividades industriais associadas à pesca, tais como a congelação, a produção de farinhas animais ou a produção de conservas, esta última com especial significado económico no concelho de Peniche. Com efeito, a indústria conserveira de Peniche (que segundo dados recolhidos pela Arqueologia, parece remontar à época romana) conheceu neste período um grande incremento, traduzido na laboração, na zona de Peniche de Cima, de perto de uma vintena de fábricas especializadas na transformação e conservação de sardinha.

A importante actividade piscatória desenvolvida em Peniche permitiu, simultaneamente, a implantação de uma sólida indústria de construção naval, assente em estaleiros localizados no exterior das muralhas da povoação.

< Voltar

CONTACTOS

Largo do Município
      2520-239 Peniche

(+351) 262 780 100

(+351) 262 780 111

 cmpeniche@cm-peniche.pt


 





Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.