SERVIÇOS VETERINÁRIOS

ATIVIDADES


VAMOS TORNAR ESTE LIVRO DE UMA VETERINÁRIA NUM BEST-SELLER NACIONAL

A veterinária Célia Palma conta-nos neste livro histórias recheadas de humor, emoções, alegrias, tristezas e nos apresenta o mundo dos animais e seus tutores. A veterinária de animais de companhia, sobretudo de cães e gatos, mas também de hamsters, coelhos, porquinhos da Índia, papagaios, canários, tartarugas, ovelhas, furões e até ratazanas e raposas, conta-nos inúmeras histórias e experiências que vive no seu consultório, ora por exemplo:

  • Uma operação a um furão que infestou o consultório, durante dias, com um cheiro pestilento.
  • Uma ratazana atropelada, transportada numa caixa de sapatos.
  • Uma pergunta chocante, colocada depois de tratar durante imenso tempo uma ferida grave na perna de uma ovelha: «Agora, quanto tempo é que tenho de esperar até a carne poder ser consumida? É que a Páscoa está a chegar e tinha pensado vendê-la para o talho!»
Estas são algumas das histórias que a veterinária Célia Palma nos conta neste livro recheado de humor, emoções, alegrias, tristezas e que nos apresenta o mundo dos animais e seus tutores, na sua verdadeira essência.


"UM SÓ MUNDO UMA SAÚDE"

O conceito “Um só Mundo, Uma só Saúde” surgiu nos Estados Unidos em 2006 no seio da “Associação de Médicos Veterinários” (AVMA) como uma forma de encorajar a interdisciplinaridade. Um ano mais tarde, a Associação Americana de Medicina (AMA) aceitou este desafio e em conjunto promovem atualmente uma TASKFORCE com a finalidade de promoverem uma maior colaboração entre diferentes profissões com responsabilidades na área da saúde.

Em 2008 este desafio foi aceite pela OMS, FAO e OIE. Como conceito inovador que é, existem muitas perguntas em aberto e que objetivos concretos se pretendem atingir. Ao promover a e-Conferência "The New Veterinary Public Health; strategies and interaction of the Animals Health and Human Medicine", financiada pelo Programa ALFA da União Europeia(DCI-LA/2008/75), o Projeto SAPUVETNET III "Contributing to the Millennium Development Goals through the One Health Concept” tem como objetivo principal contribuir para a uma discussão aberta e sem barreiras sobre o que queremos para a formação de profissionais de saúde, que frequentemente não potenciam os conhecimentos adquiridos por não os partilharem/discutirem com profissionais de outros setores. Neste princípio de milénio, e após se ter pensado que as doenças transmissíveis pertenciam ao passado, observa-se um recrudescimento das mesmas, com um peso importante nas doenças transmitidas por vetores e intervenção de animais no seu ciclo. Como e o que devemos ensinar aos novos profissionais de saúde? Como nos devemos organizar a nível da sociedade para melhor as prevenir? Estas e outras questões esperam pela sua participação. Vá a www.sapuvetnet.org, selecione Eventos Futuros e informe-se de como participar neste evento.

ANO INTERNACIONAL DO GOLFINHO - CONTRIBUTO CMP

Nuno Vicente e Miguel Arrobas “Embaixadores Oficiais” do Ano Internacional do GolfinhoChamando, de novo, a atenção de Todos para a necessidade de protecção das espécies de golfinhos nos seus “habitats naturais”, o Município de Peniche colaborou em mais uma iniciativa a favor do “Ano Internacional do Golfinho”, promovida pelas Nações Unidas (www.yod2007org).

A travessia Farilhões – Peniche, integrada no 9º “Festival Sabores do Mar”, em Peniche, permitiu nomear os nadadores Nuno Vicente e Miguel Arrobas verdadeiros “Embaixadores Oficiais” do Ano Internacional do Golfinho, despertando a atenção e a consciência de todos para as questões da protecção da biodiversidade marinha em geral e das espécies de golfinhos (ainda) existentes, em particular.

Veja mais sobre esta iniciativa nos seguintes “links” e faça o “download” do “manual do golfinho” em Português, destinado aos mais pequenos!

COMEMORAÇÕES DO DIA DA CRIANÇA 2008
02-06-2008 - Recinto dos Bombeiros Voluntários de Peniche

Comemorações do Dia da Criança 2008Comemorações do Dia da Criança 2008Comemorações do Dia da Criança 2008

UM DIA DA VIDA DE UMA MÉDICA VETERINÁRIA MUNICIPAL
Ana Elisa Vieira da Silva, médica veterinária

7h00!
O Mercado Municipal fervilha!

A mistura de cores, sabores e cheiros dá-lhe um encanto especial - o privilégio de experienciar esta explosão de sentidos é enorme e a minha tarefa é verificar se todos os alimentos estão "bons"!

Aqui, a "Sardinha é Rainha" e todo o outro pescado é protagonista de uma história feita de mar, aventuras, riscos e sacrifícios.
Faço também uma visita aos talhos, bancas de fruta e vegetais!

Encontro frutas e verduras fantásticas! Também há mel, compotas, pão e bolos tradicionais. Visito o Sr. João das bifanas quando…o telemóvel toca: assim que vejo "POLIMAR" já suspeito o que possa ser…

Atendo e confirma-se: a Polícia Marítima informa: mais dois golfinhos arrojados - um encontra-se ainda vivo embora desorientado na enseada do porto de pesca mas do outro já só resta o cadáver numa das praias do Concelho.

São 9 horas e o tempo urge! De imediato, acciono a rede de alerta: contactam-se a Reserva Natural das Berlengas, os serviços de recolha e a Rede Abrigos que nos ajuda sempre que há um SOS!

Pego no material e corro. Máquina fotográfica, fichas biométricas, não esquecer a fita métrica e esferográfica!!
Prioridade: o golfinho vivo! Com as lanchas da Reserva tentamos que regresse ao mar alto – recolhê-lo para terra e sujeitá-lo ao stress inerente poderia ser fatal.

Depois de algumas horas incansáveis e da verificação de que se trata de um golfinho riscado, o sucesso da operação parece garantido – a "Stenella" reencontra o seu caminho!

E o que fazer quanto ao outro animal? Por incrível que pareça, também o cadáver de um golfinho pode fornecer-nos muita informação, assim como numa espécie de "CSI" do mundo animal.

A necropsia impõe-se e procedo à recolha de material que será enviado para o laboratório veterinário; não há causa de morte aparente (amputação de barbatanas, aproveitamento dos lombos para consumo humano, poluição…) – hummm… podem observar-se muitos parasitas no estômago e os pulmões também não têm o aspecto normal – o que terá causado a sua morte?

De Março a Maio, os arrojamentos são aqui mais frequentes mas ocorrem um pouco por todo o ano… Diversas espécies de tartarugas, focas, baleias, golfinhos e aves fazem parte da grande diversidade de animais que aqui arrojam.

14h – "Zarpo" para o Jardim-de-infância da Bufarda – tenho hora marcada para falar sobre animais de companhia!
Noções fáceis claro, mas muito importantes: higiene, saúde e bem-estar dos animais, bem como "truques" para estarmos em segurança ao pé de cães e gatos!
Levo comigo o Piola, um yorkie que adora crianças e com o qual todos fazem de conta que são veterinários, ouvem o seu coração a fazer "TUM-TUM" e no fim dão-lhe os seus biscoitos favoritos!

Despeço-me, não sem antes conhecer o trabalho fantástico desta Escola (3 aos 5 anos), ao comemorar o Ano Polar Internacional, com o Projecto Latitude 60: pinguins e ursos polares estão desenhados na perfeição, cada um no seu Pólo e há já reflexões sobre o que pode acontecer se a temperatura subir demasiado no Planeta…

No Dia da Criança houve também espaço para uma "viagem veterinária" sobre o que falámos durante o an tubarões, raias e cações, os golfinhos, "os amigos que marcam a diferença" (animais de companhia) e também… os burros! É verdade: imagine-se o privilégio de fazer festinhas à "Utopia" com o seu bebé de um mês, ainda sem nome.

"Utópica" e distante parece ser a protecção destes animais, quando há quem os abandone para morrer nas ruas…

Bom, o importante é não desistir, no fim do dia já consegui contar 15 (em todo o Concelho…) – fotografo-os e recolho informações! Para o ano de 2008, o "Dia do Animal" será sobre o Burro!

2007 é, contudo, o ANO DO GOLFINHO e aproveito para que o dia 4/10 lhe seja dedicado – preparo um painel de convidados de topo e convido as escolas locais para participarem nesta actividade!

Relembrando um mote familiar…
"ln the end we will conserve only what we love. We love only what we understand. We will understand only what we are taught."
Baba Dioum, 1968
Publicado por Departamento Educacional do Zoomarine

ANIMAIS DE COMPANHIA - UM AMIGO QUE MARCA A DIFERENÇA - AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO DESENVOLVIDA NA ESCOLAS DE 1º CICLO

Escola da Ribafria

Escola da RibafriaEscola da RibafriaEscola da Ribafria
Tendo em conta que o Município de Peniche era o ÚNICO CONCELHO representado nestas jornadas não só como orador mas como assistente das outras palestras e sendo a toxicologia veterinária IMPORTANTÍSSIMA nas tarefas do veterinário municipal (saúde pública, segurança alimentar, contaminação de ecossistemas marinhos, envenenamento de animais domésticos e silvestres etc), a autarquia de Peniche é, mais uma vez, pioneira neste tipo de eventos. - Para mais informações consulte o site: http://vetox2.fmv.utl.pt

Segundas Jornadas Ibéricas de Toxicologia VeterináriaSegundas Jornadas Ibéricas de Toxicologia Veterinária

AÇÃO DE FORMAÇÃO SOBRE MAMÍFEROS MARINHOS

Acção de Formação Mamíferos MarinhosNo âmbito da colaboração com o Instituto de Conservação da Natureza, os Serviços Veterinários da Câmara Municipal de Peniche promoveram uma ação de formação sobre mamíferos marinhos, que se realizou no passado sábado, dia 16 de Abril, pelas 14.30 horas, no auditório da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Peniche.

Esta sessão teve como oradora a bióloga Marina Sequeira, do ICN – Instituto de Conservação da Natureza.




< Voltar

CONTACTOS

Largo do Município
      2520-239 Peniche

(+351) 262 780 100

(+351) 262 780 111

 cmpeniche@cm-peniche.pt


 





Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades no seu email.